Economia

Taxas de juros abrem em alta firme junto com dólar, pressionados por covid-19

Da Redação ·

Conforme se esperava, os juros futuros abriram esta segunda-feira, 21, em alta firme, acompanhando a alta de mais de 2% do dólar em dia de aversão a risco generalizada com a disseminação de uma variante da covid-19 no Reino Unido e já com casos em outros países, deixando de lado o acordo fechado para aprovar um pacote fiscal nos Estados Unidos. Às 9h15, o DI para janeiro de 2027 marcava 6,85%, de 6,70% no ajuste de anterior. O DI para janeiro exibia 4,53%, de 4,42%, enquanto o vencimento para janeiro de 2022 exibia taxa de 3,03%, de 2,97% no ajuste anterior. O dólar à vista subia 2,70%, a R$ 5,2201.

continua após publicidade