Economia

Taxas de juros abrem em alta com petróleo e bônus na Europa favorecendo ajustes

Denise Abarca (via Agência Estado) ·
Receba notícias no seu WhatsApp!
Participe dos grupos do TNOnline

Os juros futuros começaram a sessão desta segunda-feira, 4, em alta, recompondo prêmios em manhã de avanço nos preços do petróleo e do rendimento dos bônus na Europa, preocupações com o cenário fiscal doméstico, após quedas das taxas no fim da semana passada.

continua após publicidade

Sem a referência de Wall Street, a tendência é de uma sessão mais fraca nesta segunda-feira. Hoje é feriado nos Estados Unidos, que celebram o Dia da Independência, e as Bolsas em Nova York estão fechadas. Além disso, a expectativa pela agenda carregada da semana também tem potencial para inibir a montagem de posições, com destaque para a ata da reunião do Federal Reserve na quarta-feira, a ata do encontro do Banco Central Europeu (BCE) na quinta e o IPCA de junho na sexta-feira.

Nesta manhã, os juros dos bônus europeus avançam, em ajuste após fortes perdas na semana passada ante ainda a percepção de que bancos centrais devem manter os planos de aperto monetário ajuda a limitar as perdas.

continua após publicidade

Por aqui, o IPC-Fipe de junho subiu 0,28%, desacelerando fortemente em relação ao ganho de 0,42% observado em maio, mas acima da taxa de 0,13% da terceira quadrissemana de junho, segundo dados publicados hoje pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe). O resultado de junho veio abaixo da mediana das estimativas de instituições de mercado consultadas pelo Projeções Broadcast, de 0,34%.

Às 9h15 desta segunda, a taxa do contrato de Depósito Interfinanceiro (DI) para janeiro de 2024 subia a 13,385%, de 12,325% no ajuste de sexta-feira, e a do DI para janeiro de 2027 estava em 12,64%, de 12,61% no ajuste anterior.