Economia

Swift desconectará entidades russas assim que receber instruções legais para isso

Da Redação ·

A Sociedade de Telecomunicações Financeiras Interbancárias Mundiais (Swift, na sigla em inglês) divulgou comunicado nesta terça-feira, no qual declara estar em contato com autoridades para entender quais entidades russas estariam sujeitas a medidas de restrição aos seus serviços. Ainda, afirma que a desconexão dessas entidades será feita "assim que recebermos instruções legais" para isso.

continua após publicidade

"Estamos cientes da declaração conjunta de líderes da Comissão Europeia, França, Alemanha, Itália, Reino Unido, Canadá e Estados Unidos, que expressa sua intenção de implementar novas medidas para restringir o acesso de bancos russos selecionados aos nossos serviços de mensagens financeiras. As decisões diplomáticas levaram a Swift aos esforços para acabar com esta crise, e sempre cumpriremos as leis de sanções aplicáveis", descreve o comunicado.

A Swift também lamenta as "trágicas consequências humanas" da invasão da Ucrânia pela Rússia e destaca que continuará a apoiar "a estabilidade econômica, a resiliência e a prosperidade em todo o sistema financeiro global, para apoiar a resolução e a recuperação de longo prazo".