Economia

Suzano: lucro líquido no 4º trimestre de 2021 chega a R$ 2,313 bi; queda de 61%

Da Redação ·

A Suzano registrou lucro líquido de R$ 2,313 bilhões no quarto trimestre de 2021, queda de 61% em relação ao mesmo período do ano anterior, quando ficou em R$ 5,914 bilhões. No ano, a companhia conseguiu reverter o prejuízo de R$ 10,715 bilhões registrado em 2020 em um lucro de R$ 8,636 bilhões. Os dados foram divulgados nesta quarta-feira, 9.

continua após publicidade

O Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) ajustado atingiu R$ 6,355 bilhões no quarto trimestre de 2021, alta de 60% em relação ao mesmo período do ano anterior. Em 2021, O Ebitda ajustado chegou a R$ 23,471 bilhões, avanço de 57%% em relação a 2020, quando ficou em R$ 14,949 bilhões.

A receita líquida do quarto trimestre ficou em R$ 11,470 bilhões, alta de 43% na comparação com o mesmo período de 2020 (R$ 8,013 bilhões). Em todo o ano de 2021, a receita líquida atingiu R$ 40,965 bilhões, avanço de 34% na comparação com o ano anterior (R$ 30,460 bilhões).

continua após publicidade

Em seu relatório, a Suzano explica que 2021 apresentou os melhores resultados de sua história. A companhia diz que em contexto de restrições logísticas nas cadeias globais e baixa disponibilidade de celulose no mercado, a significativa recuperação do preço da celulose e o forte volume de vendas foram característicos ao longo do ano. Isso suportou um crescimento de 59% no EBITDA deste segmento em 2021, apesar da pressão sobre o custo caixa de produção, em grande parte afetado pela alta global dos preços das commodities.

No segmento do papel, o EBITDA foi recorde, impulsionado pelo desempenho operacional e significativa melhora do ambiente de negócios, à despeito da elevação dos custos.