Economia

Superintendência do Cade aprova venda de ativos da Unidas para Grupo Brookfield

Luci Ribeiro (via Agência Estado) ·
Receba notícias no seu WhatsApp!
Participe dos grupos do TNOnline

A Superintendência-Geral do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) aprovou, sem restrições, a aquisição de ativos pertencentes a controladas da Unidas pela Cedar, acionista da Ouro Verde Locação e Serviço, que faz parte do Grupo Brookfield. O despacho com a decisão está publicado no Diário Oficial da União (DOU) desta quarta-feira, 29.

continua após publicidade

Segundo parecer disponível no site do Cade, a operação abrange 'ativos desinvestidos', em cumprimento aos remédios estruturais contidos no Acordo em Controle de Concentração (ACC) celebrado em dezembro de 2021 no âmbito da aprovação da combinação de negócios entre Localiza e Unidas.

Os ativos que são objeto da operação, portanto, incluem frotas de veículos e rede de agências nos negócios de locação de veículos (RAC), lojas de venda de veículos seminovos, além das marcas e nomes de domínio 'Unidas', sistemas de tecnologia, bases e bancos de dados, pessoal-chave e contratos necessários ao funcionamento adequado dessas agências e lojas.

continua após publicidade

De acordo com as empresas, o valor da operação é de R$ 3,570 bilhões.

"Como justificativa para a realização da operação, as requerentes explicam que, para a compradora e seu grupo econômico (Grupo Brookfield), a operação é uma oportunidade de expandir as atividades da Ouro Verde (e respectivas controladas/investidas) para o mercado relevante de RAC, no qual ainda não possui qualquer atuação. Portanto, trata-se da possibilidade de atuar de maneira mais completa, abrangente e competitiva no setor de locação de veículos, ampliando a competição no mercado. Para as vendedoras, a operação atende ao remédio estrutural negociado com o Cade no contexto do Ato de Concentração Localiza/Unidas", cita o parecer sobre a operação.