Economia

Senado dos EUA aprova extensão do teto da dívida e adia desastre

Da Redação ·

Nos Estados Unidos, o Senado aprovou, na noite desta quinta-feira, 7, a elevação do teto da dívida do país até dezembro, em quase meio trilhão de dólares. A votação foi de 50 a 48 em apoio à medida. Dessa forma, o Senado se esquivou de um desastre da dívida americana e conseguiu evitar, temporariamente, um calote federal sem precedentes - que devastaria a economia e prejudicaria milhões de americanos, alertaram especialistas.

continua após publicidade

Agora, a medida vai para a Câmara e precisa ser assinada pelo presidente Joe Biden. A Casa Branca já sinalizou apoio. O acordo prepara o terreno para uma espécie de sequela em dezembro, quando o Congresso novamente enfrentará prazos urgentes para financiar o governo e aumentar o limite da dívida antes do feriado das festas.

O aumento de US$ 480 bilhões no teto da dívida é o nível que o Departamento do Tesouro americano disse ser necessário para operar, com segurança, até o dia 3 de dezembro. Fonte: Associated Press.