Economia

Segov: Fundo de estabilização dos combustíveis vai ter que ser revisto

Da Redação ·

A ministra da Secretaria de Governo, Flávia Arruda, afirmou nesta terça-feira, 15, que a proposta de criar um fundo de estabilização dos combustíveis - aprovada no Senado e parada na Câmara - terá de ser revista.

continua após publicidade

"Vai ter que ser revisto. Foi colocada muita coisa dentro do texto. A Economia não aprova o projeto", disse a ministra a jornalistas, após um evento do PL em Brasília.

Ao apreciar o pacote dos combustíveis na semana passada para amenizar o reajuste dos combustíveis anunciado pela Petrobras, o Congresso aprovou apenas a desoneração do PIS/Cofins do diesel e as alterações do ICMS cobrado sobre o combustível. O fundo de estabilização passou no Senado, mas não foi à votação na Câmara.