Economia

Republicanos não apoiarão aumento do teto da dívida dos EUA, diz líder

Da Redação ·

O líder da minoria republicana no Senado dos Estados Unidos, Mitch McConnell, afirmou nesta quinta-feira que seu partido não irá apoiar o aumento no teto da dívida do país que é buscado pelos democratas. No plenário legislativo, o republicano indicou que se os governistas "não precisam ou não querem nossa contribuição, eles não terão nossa ajuda" para o "aumento do limite de dívida que esses planos imprudentes irão exigir".

continua após publicidade

De acordo com McConnell, os democratas tem a condição de aprovar o aumento, uma vez que controlam a Casa Branca e o Senado. "Se quiserem fazer, vão fazê-lo", disse o senador.

Segundo o republicano, parte dos gastos que o governo busca realizar estão ligados a "uma assinatura de seu legado", e que, por isso, deve realizá-los para buscar seus benefícios.

continua após publicidade

Em coletiva de imprensa, a porta-voz da Casa Branca, Jen Psaki, afirmou no período da tarde que republicanos e democratas devem trabalhar juntos para elevar o teto da dívida.