Mais lidas
Ver todos

    Economia

    Renovação da frota estava de novo em debate

    Escrito por Da Redação
    Publicado em Editado em
    Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, .

    O estudo anual do Sindicato Nacional da Indústria de Componentes para Veículos Automotores (Sindipeças) serve de subsídio para as empresas do setor programarem a produção de peças para o mercado de reposição em paralelo à produção para as montadoras. Parte dele, que é divulgada apenas aos associados do Sindipeças, inclui o número de veículos por modelo e até por cores, tendo como base o Registro Nacional de Veículos Automotores (Renavam).

    A entidade gostaria que, ao mostrar a grande quantidade de veículos velhos em circulação no País, o relatório também servisse para alertar as autoridades da necessidade de um programa de renovação de frota, tema que o setor automotivo tenta colocar na pauta governamental há muitos anos, principalmente para o segmento de caminhões.

    As discussões não vão adiante porque exigiria adotar subsídios, como juros bem mais em conta para os proprietários promoverem a renovação.

    O assunto estava voltando às discussões das empresas com o novo governo federal, e estava agora sendo tratado como um programa de reciclagem nacional.

    Com a crise econômica provocada pelo novo coronavírus, porém, Elias Mufarej, diretor do Sindipeças e responsável pela pesquisa, acredita que não haverá esforços governamentais para levá-lo adiante nesse momento.

    As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

    Gostou desta matéria? Compartilhe!
    TNTV
    TNTV

    Homem é preso após arremessar drogas na cadeia de Arapongas

    Deixe seu comentário sobre: "Renovação da frota estava de novo em debate"

    O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.