Economia

Receita registra R$ 5 bilhões de arrecadação de IRPJ e CSLL atípicos em fevereiro

Da Redação ·

Uma entrada atípica de R$ 5 bilhões em Imposto de Renda de Pessoas Jurídicas (IRPJ) e Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL). pagos pelas empresas de diversos setores econômicos ajudou a turbinar a arrecadação em fevereiro, levando ao melhor resultado para o mês em toda a série de dados da Receita Federal.

continua após publicidade

Com isso, a arrecadação desses tributos teve uma alta real de 40,35% em relação a igual mês de 2020, quando não houve esse fator específico.

Também houve crescimento na arrecadação do imposto de importação e do IPI vinculado (41,83%) e no IPI não vinculado (16,16%), sempre na comparação com fevereiro do ano passado.

continua após publicidade

Por outro lado, o governo registrou quedas na Cide-combustíveis (-84,12%), IRRF sobre rendimentos de capital (-22,48%) e na receita previdenciária (-3,40%).

Após meses de alta nas compensações tributárias, quando as empresas usam créditos para abater o quanto precisam recolher ao Fisco, houve redução do montante em fevereiro. Ainda assim, as compensações somaram R$ 13,416 bilhões. A maior parte (R$ 7 bilhões) vem de ações judiciais.

Em coletivas anteriores, a Receita já explicou que muitos créditos estão sendo originados devido à perda da ação sobre a exclusão de ICMS da base de cálculo de PIS/Cofins.