Quatro das oito atividades do varejo avançam ante setembro de 2019, diz IBGE - TNOnline
Mais lidas
Ver todos

Economia

Quatro das oito atividades do varejo avançam ante setembro de 2019, diz IBGE

Escrito por Da Redação
Publicado em Editado em
Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, .

Quatro dos oito setores do varejo restrito puxaram o aumento de 7,3% nas vendas do varejo em setembro ante setembro de 2019, segundo os dados da Pesquisa Mensal de Comércio (PMC), divulgada nesta quarta-feira, 11, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

O segmento de Móveis e eletrodomésticos avançou 28,7% no volume de vendas em relação a setembro de 2019, quarto mês consecutivo de avanço, com o maior impacto positivo sobre o desempenho agregado do comércio varejista. O segmento de Outros artigos de uso pessoal e doméstico - inclui lojas de departamentos, óticas, joalherias, artigos esportivos, brinquedos, etc. - registrou alta de 18,9% no volume de vendas em relação a setembro de 2019, a segunda maior contribuição positiva ao resultado geral.

Já o segmento de Hipermercados, supermercados, produtos alimentícios, bebidas e fumo teve crescimento de 4,4% frente a setembro de 2019. Foi a oitava taxa positiva consecutiva nessa comparação, com ganho de ritmo em relação ao resultado de agosto (3,0%), informou o IBGE. Na comparação com agosto, porém, o segmento, que tem o maior peso na atividade varejista em geral, viu as vendas caírem 0,4%, principalmente por causa da pressão da inflação de alimentos.

O segmento de Artigos farmacêuticos, médicos, ortopédicos e de perfumaria apresentou aumento de 13,7% nas vendas frente a setembro de 2019. Foi a quarta variação positiva consecutiva, na comparação com igual mês do ano anterior.

Na contramão, o segmento de Tecidos, vestuário e calçados registrou recuo de 7,2% em relação a setembro de 2019, sétima taxa negativa nessa comparação. Segundo o IBGE, foi o maior impacto negativo na formação da taxa global do varejo. O segmento de Combustíveis e lubrificantes teve queda de 5,1% no volume de vendas em relação a setembro de 2019. Nessa base de comparação, também registraram quedas os segmentos de Livros, jornais, revistas e papelaria (-36,0%) e Equipamentos e material para escritório, informática e comunicação (-7,1%).

No varejo ampliado, que inclui veículos e material de construção, o segmento de Veículos, motos, partes e peças recuou 1,5% em relação a setembro de 2019, a sétima taxa negativa seguida, exercendo a contribuição negativa mais intensa no mês para o varejo ampliado - ainda assim, o desempenho foi melhor do que o visto em agosto, quando a queda sobre agosto de 2019 foi de 10,4%.

Já o segmento de Material de Construção registrou um salto de 31,3% nas vendas em relação a setembro de 2019. Segundo o IBGE, é a quarta taxa positiva consecutiva e a variação de maior magnitude da série histórica da PMC, iniciada em janeiro de 2004.

Gostou desta matéria? Compartilhe!

Deixe seu comentário sobre: "Quatro das oito atividades do varejo avançam ante setembro de 2019, diz IBGE"

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.