Economia

Programa de renda básica familiar se impôs pelo sucesso, afirma Guedes

Da Redação · GoogleNews

Siga o TNOnline
no Google News

Receba notícias no seu WhatsApp!
Participe dos grupos do TNOnline

O ministro da Economia, Paulo Guedes, voltou a dizer que prefere tirar uma nota menor em fiscal para garantir uma nota melhor no social com o lançamento do Auxílio Brasil de R$ 400. "O programa de renda básica familiar se impôs pelo sucesso", afirmou, em encontro de empresários com o presidente da República, Jair Bolsonaro, promovido pela Confederação Nacional da Indústria (CNI).

continua após publicidade

"Estamos de olho no social. É um programa que se impôs pelo sucesso que o auxílio emergencial teve durante a pandemia", completou Guedes.

O ministro repetiu que nenhum país conseguiu reduzir o déficit primário como o Brasil entre 2020 e 2021. No ano passado, o rombo chegou a 10,5% do PIB, retornando para 2% do PIB neste ano. "Populismo fiscal é conversa fiada, falsas narrativas. Verdade dos números é que reduzimos o déficit fiscal. Enfrentamos uma guerra, mas pagamos os custos, sem empurrar para filhos e netos", reafirmou.