Produção industrial cresce em 12 dos 15 locais pesquisados em maio ante abril - TNOnline
Mais lidas
Ver todos

    Economia

    Produção industrial cresce em 12 dos 15 locais pesquisados em maio ante abril

    Escrito por Da Redação
    Publicado em Editado em
    Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, .

    A produção industrial cresceu em 12 dos 15 locais pesquisados na passagem de abril para maio, segundo os dados da Pesquisa Industrial Mensal - Produção Física Regional, divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

    O resultado reflete o retorno de unidades industriais à produção, mesmo que parcialmente, após as interrupções geradas pelas medidas de combate à pandemia do novo coronavírus.

    Em São Paulo, maior parque industrial do País, houve uma expansão de 10,6%. Os demais avanços ocorreram no Paraná (24,1%), Pernambuco (20,5%), Amazonas (17,3%), Rio Grande do Sul (13,3%), região Nordeste (12,7%), Bahia (7,6%), Minas Gerais (6,3%), Santa Catarina (5,4%), Rio de Janeiro (5,2%), Mato Grosso (4,4%) e Goiás (3,0%).

    Por outro lado, houve perdas ainda no Espírito Santo (-7,8%), Ceará (-0,8%) e Pará (-0,8%).

    Na média global, a indústria nacional avançou 7,7% em maio ante abril.

    Comparação com maio de 2019

    Também segundo o IBGE, a produção industrial encolheu em 14 dos 15 locais pesquisados em maio de 2020 ante maio de 2019.

    Nesta comparação, houve contribuição do efeito-calendário negativo, porque maio de 2020 teve dois dias úteis a menos do que maio de 2019, mas o mau desempenho foi explicado pela diminuição do ritmo da produção por conta da pandemia do novo coronavírus.

    As perdas ocorreram no Ceará (-50,8%), Amazonas (-47,3%), Espírito Santo (-31,7%), Santa Catarina (-28,6%), Rio Grande do Sul (-27,3%), São Paulo (-23,4%), Região Nordeste (-23,2%), Bahia (-20,7%), Paraná (-18,1%), Minas Gerais (-15,1%), Pernambuco (-13,5%), Pará (-13,0%), Rio de Janeiro (-9,1%) e Mato Grosso (-3,4%).

    Goiás teve avanço de 1,5%, a única taxa positiva, impulsionada pelo ramo de produtos alimentícios (açúcar VHP e cristal, óleo de soja refinado e em bruto, extrato, purês e polpas de tomate, leite condensado e tortas, bagaços, farelos e outros resíduos da extração do óleo de soja).

    Na média global, a indústria recuou 21,9% em maio de 2020 ante maio do ano anterior.

    Gostou desta matéria? Compartilhe!
    TNTV
    TNTV

    Top de Marcas 2020

    Deixe seu comentário sobre: "Produção industrial cresce em 12 dos 15 locais pesquisados em maio ante abril"

    O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.