MAIS LIDAS
VER TODOS

Economia

Polícia faz operação contra grupo familiar que fraudou contratos com Petrobras de 2019 a 2022

A Polícia Civil do Rio de Janeiro a "Operação Prometheus" contra um grupo familiar acusado de fraudar contratos milionários da Petrobras. As companhias envolvidas nas fraudes teriam assinado cerca de 3 mil contratos com a estatal, de 2019 a 2022, totaliza

Denise Luna (via Agência Estado)

·
Escrito por Denise Luna (via Agência Estado)
Publicado em 07.05.2024, 10:50:00 Editado em 07.05.2024, 10:56:07
Imagen google News
Siga o TNOnline no Google News
Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, anuncie no TNOnline.
Continua após publicidade

A Polícia Civil do Rio de Janeiro a "Operação Prometheus" contra um grupo familiar acusado de fraudar contratos milionários da Petrobras. As companhias envolvidas nas fraudes teriam assinado cerca de 3 mil contratos com a estatal, de 2019 a 2022, totalizando R$ 26 milhões em pagamentos.

continua após publicidade

A investigação foi realizada em conjunto com a Petrobras, informou a Secretaria de Estado de Polícia Civil.

A ação lançada nesta terça-feira pelo Departamento-Geral de Combate à Corrupção, ao Crime Organizado e à Lavagem de Dinheiro (DGCOR-LD), por meio da Delegacia de Combate à Corrupção e à Lavagem de Dinheiro (DCC-LD), tem como objetivo cumprir dez mandados de busca e apreensão na cidade de Cabo Frio, na Região dos Lagos. Até o momento, uma lancha e cinco veículos foram apreendidos.

continua após publicidade

Segundo as investigações, os suspeitos fazem parte do mesmo grupo familiar e, por meio de cinco empresas, atuaram em conjunto para vender equipamentos fraudulentos para a Petrobras.

Os acusados forneceram peças falsificadas por vários anos, colocando em risco a segurança dos funcionários e causando um grande prejuízo financeiro.

De acordo com as investigações, os materiais entregues não apresentavam as características necessárias, e possuíam marcas de desgaste e oxidação, comprovando que não se tratava de equipamentos novos.

continua após publicidade

As equipes constataram que se os instrumentos adulterados tivessem sido utilizados, gerariam risco para a vida dos profissionais e segurança das instalações.

Procurada, a Petrobras não se manifestou até a publicação desta matéria.

Gostou desta matéria? Compartilhe!

Icone FaceBook
Icone Whattsapp
Icone Linkedin
Icone Twitter

Mais matérias de Economia

    Deixe seu comentário sobre: "Polícia faz operação contra grupo familiar que fraudou contratos com Petrobras de 2019 a 2022"

    O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.
    Compartilhe! x

    Inscreva-se na nossa newsletter

    Notícia em primeira mão no início do dia, inscreva-se agora!