Mais lidas

    Economia

    Economia

    Petrobras e petroleiros chegam a acordo e greve na Repar é suspensa

    Escrito por Da Redação
    Publicado em 19.04.2021, 17:29:00 Editado em 19.04.2021, 17:35:54
    Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, anuncie no TNOnline.

    A Petrobras e petroleiros chegaram a um acordo e a greve na Refinaria Presidente Getúlio Vargas (Repar), no Paraná, foi encerrada . A paralisação, que durou cinco dias, foi motivada pelo risco sanitário denunciado pelos empregados da unidade, que temiam o aumento de contaminação por covid-19 com o início do processo de manutenção da refinaria, iniciado há uma semana.

    Segundo a Federação Única dos Petroleiros, a empresa terá que permitir visitas técnicas periódicas nas instalações, divulgar boletins epidemiológicos da unidade e se reunir semanalmente com o sindicato da região para tratar de assuntos da parada de manutenção.

    Por outro lado, os empregados terão que compensar 75% das horas de movimento paredista no período de 12 meses. O restante (25%) será descontado da remuneração do mês.

    A principal reivindicação do movimento era a suspensão dos trabalhos de parada de manutenção na Repar. A categoria não considera segura a execução dos serviços que envolvem mais dois mil trabalhadores temporários na área industrial neste momento crítico da pandemia do coronavírus.

    No acordo, obtido com a interferência do Ministério Público do Trabalho do Paraná (MPT-PR), a Repar se compromete a cumprir a cláusula 68 do Acordo Coletivo de Trabalho (ACT) e permitir visitas técnicas do Sindicato a cada 12 dias, com o acompanhamento de engenheiro de segurança ou médico do trabalho designado pela entidade.

    A partir de agora, a Petrobras terá também que divulgar frequentemente o quadro vigente de casos suspeitos, confirmados, recuperados e internações hospitalares de empregados contaminados pelo coronavírus, na forma de boletins epidemiológicos periódicos.

    Além disso, os gestores terão que se reunir semanalmente com representantes do Sindipetro-PR para discutir temas relacionados à segurança sanitária durante a parada de manutenção e responder os questionamentos dentro do prazo máximo de uma semana.

    Gostou desta matéria? Compartilhe!

    Mais matérias de Economia

    Deixe seu comentário sobre: "Petrobras e petroleiros chegam a acordo e greve na Repar é suspensa"

    O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.