Economia

Payroll pode atrapalhar alta forte do Ibovespa na semana

Maria Regina Silva (via Agência Estado) ·
Receba notícias no seu WhatsApp!
Participe dos grupos do TNOnline

A piora das bolsas americanas faz o Ibovespa mirar queda e perder o nível dos 101 mil pontos, após subir 0,84% (máxima de 101.576,67 pontos), renovando mínimas. O resultado acima do esperado do payroll reforça estimativa de que os juros continuarão subindo nos Estados Unidos e a um ritmo mais intenso do que meio ponto porcentual. Até agora, o índice Bovespa acumula alta semanal de 1,41%.

continua após publicidade

"Dados mais fortes devem exigir um Fed mais agressivo. O resultado jogo um 'banho de água fria' na ideia de arrefecimento da economia que alguns indicadores vinham mostrando", avalia o estrategista-chefe do Grupo Laatus. Às 10h57, o Ibovespa caía 0,16%, aos 100.570,73 pontos. Em Nova York, o recuo era mais intenso, chegando a 1,02% (Nasdaq).

A mudança de sinal para alta nas cotações do petróleo - que reduziram o ritmo - no exterior estimula elevação moderada das ações da Petrobras, ao passo que as relacionadas ao segmento metálico cedem após recuo do minério de ferro na China. O mercado ainda monitora o adiamento da PEC dos Benefícios para a semana que vem.

continua após publicidade

Contudo, a desvalorização do Ibovespa é menos intensa do que a vista em Nova York. O relatório de emprego mais forte que o esperado nos Estados Unidos, relativo a junho, indica mais pressão nos juros pelo Fed. Conforme o presidente da distrital do Fed em Atlanta, Raphael Bostic, a posição ainda forte da economia americana sustenta uma nova elevação agressiva dos juros este mês. "Apoio completamente uma alta de 75 pontos-base", afirmou, em entrevista à CNBC.

Nos Estados Unidos, o chamado payroll trouxe a criação de 372 mil vagas de trabalho em junho. O resultado ficou acima da mediana de 275 mil das estimativas na pesquisa Projeções Broadcast (de 200 mil a 400 mil). Em maio, houve geração de 384 mil (dado revisado). A taxa de desemprego se manteve estável em 3,6%, como o previsto. O salário médio por hora cresceu 0,31% na comparação mensal e 5,11% no confronto com junho de 2021 (previsão: 5%).

"O payroll é o melhor termômetro de mercado para entender como estão os dados dos Estados Unidos. O mercado de trabalho tem puxado mais a inflação e parece não reagir aos juros altos. Jogou um banho de água fria no mercado cujas bolsas subiram ontem. Já na Europa, há um certo clima positivo após a renúncia de Boris Johnson no Reino Unido, de sentimento de inovação", analisa Dennis Esteves, especialista em renda variável da Blue3.

continua após publicidade

Nem mesmo expectativas de arrefecimento do IPCA lá na frente aliviam. A inflação mostrou nova força em junho, o que impede busca por algumas ações de consumo, que têm se beneficiado da caça a pechinchas. O IPCA acelerou a 0,67%, após 0,47% em maio, ficando menor do que a mediana (0,71%) das estimativas na pesquisa Projeções Broadcast (0,51% e 0,88%). Contudo, trata-se do maior nível de IPCA para junho desde 2018 (1,26%). Em 12 meses, o IPCA acumula elevação de 11,89%, após 11,73%.

Conforme o BTG Pactual digital, para julho e agosto, diante do repasse para os preços de energia da aprovação das medidas de redução dos impostos federais e estaduais, a expectativa é de uma deflação no IPCA, com destaque para Transporte e Habitação.

"Para o curto prazo, observamos vetores altistas e baixistas para os preços. Na esfera altista, entendemos que o fortalecimento do mercado de trabalho, com a melhora na margem do rendimento real das famílias, e o aumento do Auxílio Brasil para R$ 600 podem aumentar a demanda por serviços e resultar em novas pressões inflacionárias", cita a equipe de Macro & Estratégia do BTG digital.

continua após publicidade

Na direção oposta, cita a nota do BTG Pactual, a forte desaceleração dos preços das commodities no mercado internacional pode promover novos vetores de baixa para os preços.

Hoje, o minério de ferro fechou em baixa de 0,55% no porto chinês de Qingdao, a US$ 113,68 por tonelada, apesar de novos sinais de que a China adotará estímulos na economia.

As ações da Vale ainda repercutem a informação de que a Justiça da Inglaterra aceitou julgar o caso da ação movida pelas vítimas do desastre de Mariana, ocorrido em novembro de 2015, contra a BHP Billiton. O grupo anglo-australiano é associado à brasileira Vale, na Samarco, mineradora responsável pela tragédia.

Às 11h06, o Ibovespa cedia 0,40%, aos 100.326,35 pontos, na mínima diária, ante máxima aos 101.576,67 pontos (alta de 0,84%).