MAIS LIDAS
VER TODOS

Economia

Nubank tem lucro líquido de US$ 282 mi no Brasil em 2022 e retorno vai a 40%

O Nubank anunciou lucro líquido de US$ 138 milhões no Brasil no quarto trimestre de 2022 e de US$ 185 milhões em todo o ano passado, revertendo prejuízo de US$ 20 milhões em 2021. O lucro líquido ajustado somou US$ 282 milhões no ano passado. Superando se

Altamiro Silva Junior (via Agência Estado)

·
Escrito por Altamiro Silva Junior (via Agência Estado)
Publicado em 14.02.2023, 18:49:00 Editado em 14.02.2023, 18:55:02
Imagen google News
Siga o TNOnline no Google News
Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, anuncie no TNOnline.
Continua após publicidade

O Nubank anunciou lucro líquido de US$ 138 milhões no Brasil no quarto trimestre de 2022 e de US$ 185 milhões em todo o ano passado, revertendo prejuízo de US$ 20 milhões em 2021. O lucro líquido

continua após publicidade

ajustado somou US$ 282 milhões no ano passado.

Superando seus concorrentes, o banco digital anunciou um retorno patrimonial ajustado (ROE, na sigla em inglês) e anualizado de 40% nos três meses finais de 2022, o maior entre os principais bancos do setor financeiro brasileiro, e o dobro do terceiro trimestre. O Banco do Brasil, o mais elevado até então, teve indicador de 23%.

continua após publicidade

Considerando os resultados da holding, que engloba as operações no México e Colômbia, ainda em estágio menos avançado que no Brasil, e que exige mais investimentos, o lucro líquido do Nubank somou US$ 58 milhões no quarto trimestre, o segundo consecutivo de lucratividade, ante um prejuízo de US$ 66,1 milhões no mesmo período de 2021. O número exclui os efeitos do fim do CSA, como era chamado o programa de remuneração adicional do fundador e CEO David Vélez, de US$ 355,6 milhões.

"Tivemos mais um trimestre de recordes em nossa história", disse Vélez ao Broadcast, sistema de notícias em tempo real do Grupo Estado. Mesmo com um fim de ano mais desafiador, o Nubank conseguiu crescer mais, com rentabilidade e chegar a 75 milhões de clientes, dos quais 70 milhões no Brasil. Entre setembro e dezembro, o banco ganhou 4,2 milhões de clientes. Já no ano de 2022 foram 20,7 milhões. "Só no Brasil, a gente adicionou mais clientes em 2022 do que praticamente todos os grandes bancos juntos."

A receita do banco no quarto trimestre foi de US$ 1,45 bilhão, com crescimento anual de 112%. A margem financeira bruta subiu de 36% para 40%. Em 2022, ficou em US$ 4,8 bilhões, salto de 168%, dos quais só o Brasil respondeu por US$ 4,5 bilhões em 2022.

continua após publicidade

Já a inadimplência do banco digital não escapou da tendência do mercado e subiu, quando se considera atrasos acima de 90 dias, de 4,7% em setembro para 5,2%. Porém, Vélez disse que o indicador de 90 dias reflete dois ou três trimestres para trás e que, mais importante, é avaliar a inadimplência para períodos mais recentes (de 15 a 90 dias). Este indicador caiu de 4,2% para 3,7%, número melhor que o esperado pela administração, segundo Vélez.

Com a melhora da inadimplência mais curta, Vélez disse que o Nubank está mais animado em dar crédito pessoal, modalidade que tinha pisado no freio nos últimos trimestres. "A gente estava meio parado no empréstimo pessoal, enquanto olhava o ambiente volátil. No quarto trimestre, sentimos convicção de começar acelerar um pouquinho essa linha."

No crédito pessoal, o Nubank tem só 3% do mercado, enquanto tem uma base de clientes que representa 44% da população adulta brasileira. Por isso, pode crescer dentro dos seus próprios clientes, em uma base que tem conhecimento melhor, o chamado "mar fechado", e não no mercado como um todo, o "mar aberto", ressalta o fundador da fintech. "A maior parte dos clientes utiliza o banco como a conta principal, o que gera mais lealdade e cria mais informações."

continua após publicidade

O Nu encerrou 2022 com uma carteira de juros de US$ 4 bilhões, onde estão suas operações de empréstimos, ante US$ 3,5 bilhões do final do terceiro trimestre.

Para o crédito em 2023, Vélez diz que o Nubank vai monitorar de perto o comportamento da inadimplência. O Nubank não dá projeções ao mercado de seus indicadores. "A inadimplência está sob controle", disse o executivo.

continua após publicidade

O Nubank não tinha exposição na Americanas, apenas um fundo seu tinha 2% exposto em debêntures da rede de varejista.

Retorno

Como um banco digital, estrutura mais enxuta e um modelo de negócios diferente, o Nubank tem condição de entregar um retorno acima dos bancos tradicionais, observa o diretor financeiro, Guilherme Lago. "A gente não acha que 40% representa o ROE de longo prazo, ainda dá para melhorar", afirma o executivo.

Ao longo de 2023, é provável o banco tenha um ROE "bastante relevante e confortável". "Provavelmente não vai ficar no patamar de 40%, vai cair um pouco, mas vai continuar sendo bastante superior ao nosso custo de capital."

Gostou desta matéria? Compartilhe!

Icone FaceBook
Icone Whattsapp
Icone Linkedin
Icone Twitter

Mais matérias de Economia

    Deixe seu comentário sobre: "Nubank tem lucro líquido de US$ 282 mi no Brasil em 2022 e retorno vai a 40%"

    O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.
    Compartilhe! x

    Inscreva-se na nossa newsletter

    Notícia em primeira mão no início do dia, inscreva-se agora!