Economia

'Nós vamos chegar a no mínimo R$ 300', diz Bolsonaro sobre novo Bolsa Família

Da Redação ·

O presidente da República, Jair Bolsonaro, disse, nesta quarta-feira, 4, que o benefício do novo Bolsa Família deve atingir valor entre R$ 300 e R$ 400, com reajuste mínimo de 50%. "Novo valor do Bolsa Família será implantado em novembro, dezembro deste ano. Nós vamos chegar a no mínimo R$ 300, porque houve, sim, uma inflação. O ideal seria R$ 400 o novo valor", afirmou em entrevista à Rádio 96 FM, de Natal (RN). "Nós gastamos com o auxílio emergencial o equivalente a 13 anos de Bolsa Família", destacou.

continua após publicidade

O chefe do Executivo também aventou a possibilidade de o governo utilizar cerca de R$ 3 bilhões de fundo da Petrobras para subsidiar compra de um botijão de gás a cada dois meses por famílias inscritas no programa social. "Ideia é dar um bujão de gás a cada dois meses para o pessoal do Bolsa Família. Depende de pequenos acertos, porque a Petrobras não é minha, tem que combinar com a parte privada", ressalvou.

O financiamento do reajuste do benefício do Bolsa Família é matéria de disputas internas no governo. Em reunião com os presidentes da Câmara, Arthur Lira (Progressistas-AL), e do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), o ministro da Economia, Paulo Guedes, defendeu o parcelamento dos precatórios para abrir espaço no Orçamento.