Economia

Não é surpresa que a economia desacelere enquanto Fed combate inflação, diz Biden

André Marinho (via Agência Estado) ·
Receba notícias no seu WhatsApp!
Participe dos grupos do TNOnline

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, reagiu ao resultado do Produto Interno Bruto (PIB) americano, que encolheu a um ritmo anualizado de 0,9% no segundo trimestre, em primeira leitura divulgada nesta quinta-feira. "Não é surpresa que a economia esteja desacelerando à medida que o Federal Reserve (Fed) age para reduzir a inflação", ressaltou Biden, em comunicado.

continua após publicidade

O democrata argumentou que, apesar dos "históricos desafios globais", a atividade econômica dos EUA está no "caminho certo" e fará transição a um modelo de crescimento mais sustentável. Segundo ele, o mercado de trabalho permanece "forte", com taxa de desemprego a 3,6% e criação de 1 milhão de empregos no primeiro trimestre.

Biden lembrou ainda que o SK Group, da Coreia do Sul, investiu mais de US$ 200 bilhões na manufatura americana. "Meu plano econômico está focado em reduzir a inflação, sem abrir mão de todos os ganhos econômicos que obtivemos", disse, exortando o Congresso a aprovar legislações propostas por ele.