Economia

'Não acho que os EUA estão em recessão', diz Powell

Aline Bronzati, correspondente, e Gabriel Caldeira (via Agência Estado) ·
Receba notícias no seu WhatsApp!
Participe dos grupos do TNOnline

O presidente do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano), Jerome Powell, afirmou que não vê os Estados Unidos em recessão. Tal cenário, explicou, é inconsistente com alguns dados como, por exemplo, o mercado de trabalho forte no país.

continua após publicidade

No entanto, Powell admitiu que é necessária uma desaceleração no ritmo de crescimento da maior economia do mundo, por algumas razões, dentre elas, o fato de que o país está saindo de uma expansão muito elevada da reabertura em 2021 após a pandemia.

"Então, eu não acho que os EUA estejam atualmente em recessão. A razão é que existem muitas áreas da economia que estão performando", disse Powell, em coletiva de imprensa, nesta tarde, enfatizando um mercado de trabalho "notadamente alto" nos EUA.

continua após publicidade

Segundo o presidente do Fed, todas as medidas salariais que a autoridade monetária acompanha "estão muito fortes". "Então, esse é um mercado de trabalho muito forte", reforçou.

"Não faz sentido que a economia esteja em recessão com esse tipo de coisa acontecendo. Portanto, não acho que a economia dos EUA esteja em recessão agora", emendou Powell.

O presidente do Fed disse ainda que não é necessário uma recessão nos Estados Unidos para controlar a disparada de preços no país, e que isso já se dará com a desaceleração da atividade nos EUA. Segundo ele, a última leitura de inflação foi "pior do que o esperado" e "nada funciona na economia sem estabilidade de preços". "Não acho que precisamos de recessão para controlar inflação", disse.