Economia

Na Europa, investidores dão novo impulso para o setor de tecnologia

Da Redação ·

A cena de tecnologia da Europa luta para emergir das sombras de gigantes nos Estados Unidos e na Ásia, mas políticas locais amigáveis e o grande fluxo global de investimentos dão agora um apoio financeiro ao setor na região. Os investimentos em companhias tecnológicas da Europa dispararam a US$ 93,3 bilhões no ano passado, um recorde e um avanço de 142% na comparação com o ano anterior, segundo a CB Insights. O número de acordos também disparou, de 5.746 no ano anterior a 7.051 em 2021.

continua após publicidade

Investidores e fundadores da Europa afirmam que o clima nunca foi tão amigável para apoiar esse segmento. Sediada em Paris, a Back Market, um marketplace online que vende produtos eletrônicos, afirmou neste mês que em uma recente rodada de captação sua avaliação foi elevada a US$ 5,7 bilhões.

A companhia de entrega de compras Gorillas Technologies, de Berlim, levantou quase US$ 1 bilhão em outubro, e o negócio de pagamentos online britânico Revolut conseguiu US$ 800 milhões em julho.

continua após publicidade

Parte do impulso do setor se deve a governos que criaram programas para apoiar as companhias do setor a fim de levantar investimentos. França e Alemanha adotaram iniciativas nesse sentido. Nesse contexto, o número de ofertas públicas iniciais de ações (IPO, na sigla em inglês) de companhias tecnológicas europeias disparou, de 85 em 2020 a 185 em 2021.