Economia

Minoritários querem Castello Branco na Vale

Da Redação ·

Um grupo de acionistas minoritários da Vale se articula para indicar uma lista de candidatos ao conselho de administração da mineradora, que na quinta-feira, 11, apresentou 12 nomes para o mandato 2021-2023. O jornal O Estado de S. Paulo apurou que o presidente da Petrobrás, Roberto Castello Branco, terá seu nome indicado para o comando do conselho.

continua após publicidade

Pivô de uma queda de braço com o presidente Jair Bolsonaro, que culminou com o pedido de sua destituição da petroleira, o executivo foi diretor da Vale de julho de 1999 a janeiro de 2014.

Além de Castello Branco, serão indicados mais três nomes: o já conselheiro independente Marcelo Gasparino, o ex-presidente da Associação dos Investidores no Mercado de Capitais (Amec) e conselheiro do Instituto Brasileiro de Governança Corporativa, Rodrigues da Cunha, e a CEO da Lacoste, Rachel de Oliveira Maia.

continua após publicidade

Procurada, a Vale disse que não comentaria o assunto.

Cunha, será indicado como vice-presidente do conselho. Recentemente, Cunha fez severas críticas ao modelo de eleição proposto pela Vale.

A Vale divulgou na quinta a lista com a indicação de 12 candidatos ao conselho de administração para o período 2021-2023. São 12 membros, oito deles classificados como independentes.

continua após publicidade

A eleição marcada para o dia 30 de abril na Assembleia-Geral Ordinária (AGO) fará uma renovação parcial do colegiado: cinco indicados serão novos membros e os demais já atuam no quadro da mineradora.

São eles: José Luciano Penido (no conselho desde maio de 2019), Fernando Buso (desde abril de 2015), Clinton Dines (novo membro), Eduardo Rodrigues (desde maio de 2019), Elaine Doward-King (novo membro), José Maurício Coelho (no board desde maio de 2019), Ken Yasuhara (novo), Maria Fernanda Teixeira (novo membro), Murilo Passos (desde dezembro de 2019), Ollie Oliveira (novo), Roger Downey (desde dezembro de 2019) e Sandra Guerra (desde outubro de 2017). Penido e Buso são indicados para ocupar, respectivamente, a presidência e a vice-presidência do conselho.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.