MAIS LIDAS
VER TODOS

Economia

Membro do Fed evita descartar nova alta de juros, mas diz esperar manutenção por mais tempo

O presidente da distrital do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano) em Minneapolis, Neel Kashkari, evitou descartar a possibilidade de a autoridade monetária voltar a subir juros. "Não é o cenário mais provável, mas não posso descartá-lo",

André Marinho (via Agência Estado)

·
Escrito por André Marinho (via Agência Estado)
Publicado em 07.05.2024, 13:44:00 Editado em 07.05.2024, 13:50:15
Imagen google News
Siga o TNOnline no Google News
Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, anuncie no TNOnline.
Continua após publicidade

O presidente da distrital do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano) em Minneapolis, Neel Kashkari, evitou descartar a possibilidade de a autoridade monetária voltar a subir juros. "Não é o cenário mais provável, mas não posso descartá-lo", afirmou, em painel durante fórum do Milken Institute.

continua após publicidade

O dirigente, que não vota nas reuniões deste ano do Comitê Federal de Mercado Aberto (Fomc, na sigla em inglês), disse esperar que o banco central americano mantenha a taxa básica inalterada por mais tempo.

Para ele, a instituição deve ser "paciente" para avaliar a totalidade dos indicadores econômicos.

continua após publicidade

Kashkari lembrou que, em março, projetava dois cortes de juros para 2024.

O dirigente explicou que ainda não sabe se manterá essa previsão e que pode reduzi-la para apenas um ou nenhum, a depender da evolução dos dados.

Payroll

continua após publicidade

Kashkari reconheceu que o relatório de emprego dos Estados Unidos (payroll) em abril veio "mais fraco que o esperado", mas ressaltou que o mercado de trabalho norte-americano ainda exibe resiliência.

O dirigente disse ainda que, após dois meses de indicadores "ruins" de inflação, o Fed não pode se deixar enganar por um único mês que mostre os preços caminhando "na direção correta". "Temos que ver múltiplas leituras boas de inflação", destacou.

Kashkari reforçou compromisso com a meta de 2% de inflação. Para ele, os índices de preços na casa dos 3% representam um foco de preocupação.

continua após publicidade

O dirigente assegurou que o Fed não será influenciado pelas eleições ou pela política, com contínuo foco na evolução dos indicadores econômicos. Na visão dele, a política monetária tem tido efeito na economia, embora não tão forte quanto esperado.

Ele reforçou ainda que a barra para subir juros agora está bem elevada, "mas não infinita".

Gostou desta matéria? Compartilhe!

Icone FaceBook
Icone Whattsapp
Icone Linkedin
Icone Twitter

Mais matérias de Economia

    Deixe seu comentário sobre: "Membro do Fed evita descartar nova alta de juros, mas diz esperar manutenção por mais tempo"

    O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.
    Compartilhe! x

    Inscreva-se na nossa newsletter

    Notícia em primeira mão no início do dia, inscreva-se agora!