Mais lidas

    Economia

    Economia

    Mais do que nunca transferência de ativos ao privado será necessária, diz Freitas

    Escrito por Da Redação
    Publicado em 27.04.2021, 14:11:00 Editado em 27.04.2021, 14:17:44
    Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, anuncie no TNOnline.

    O ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, avaliou nesta terça-feira, 27, que "mais do que nunca" a transferência de ativos públicos à iniciativa privada será necessária. Ele citou o contexto de necessidade de controle de gastos e disciplina fiscal depois de o País ter tido altas despesas geradas pelo enfrentamento à pandemia do novo coronavírus.

    "Mais do que nunca essa transferência será necessária. Um, pelo caminho que tivemos que fazer na pandemia, que onerou a questão fiscal", citou o ministro, segundo quem o País mantém o compromisso com a solvência. "O compromisso com os pilares fiscais é fundamental", disse o ministro.

    Freitas voltou a dizer que os projetos que estão indo a leilão vão ser importantes geradores de emprego nos próximos anos, uma alavanca importante para a retomada econômica, disse o ministro. A pasta pretende finalizar o ano de 2022 com cerca de R$ 260 bilhões de investimentos contratados com a iniciativa privada.

    Como mostrou o Broadcast (sistema de notícias em tempo real do Grupo Estado), após os vetos no Orçamento de 2021, os valores disponíveis para o Ministério da Infraestrutura injetar em empreendimentos públicos foram reduzidos a quase metade em relação ao que foi gasto no ano passado. Com isso, a pasta tem destacado a necessidade de dar ainda mais força a parcerias com o privado.

    Gostou desta matéria? Compartilhe!

    Mais matérias de Economia

    Deixe seu comentário sobre: "Mais do que nunca transferência de ativos ao privado será necessária, diz Freitas"

    O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.