Maioria das Bolsas na Europa fecha em baixa, com incertezas após BCE - TNOnline
Mais lidas
Ver todos

Economia

Maioria das Bolsas na Europa fecha em baixa, com incertezas após BCE

Escrito por Da Redação
Publicado em Editado em
Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, .

As bolsas europeias tiveram sessão volátil, recuando na sua maioria. Os mercados chegaram a ganhar fôlego após o Banco Central Europeu (BCE) manter sua política monetária e com a força de Nova York, mas o movimento perdeu força.

O índice pan-europeu Stoxx 600 encerrou em queda de 0,59%, a 367,48 pontos.

A decisão de manter a política monetária por parte do BCE era esperada, mas algumas sinalizações foram percebidas como de risco. Na coletiva de imprensa que se seguiu, a presidente do banco, Christine Lagarde, mencionou o câmbio, no que o Erste Group avaliou: "A menção explícita à taxa de câmbio é nova e provavelmente representa um primeiro estágio de escalada que sinaliza aos mercados as preocupações do BCE".

Em Frankfurt, sede do BCE e importante centro financeiro, o DAX recuou 0,21%, a 13.208,89 pontos.

O coronavírus segue levando incerteza e volatilidade à Europa, com o medo de uma segunda onda ainda presente. Analistas apontam que os índices macroeconômicos ainda não mostraram uma recuperação mais robusta no continente, o que vem limitando ganhos no mercado desde junho. Além disso, há a apreensão com o resultado das eleições nos Estados Unidos, com preocupações sobre uma série de questões, particularmente o impasse sobre novos estímulos fiscais no país.

Em Paris, o CAC 40, de Paris, caiu 0,38% a 5.023,93 pontos.

Em Madri, o IBEX 35 teve baixa de 0,31%, a 6.999,20 pontos.

Em Lisboa, o PSI 20 caiu 0,64%, a 4.326,02 pontos.

Fora da zona do euro, o FTSE 100, da Bolsa de Londres, também registrou baixa, com queda de 0,16%, a 6.003,32 pontos, com o Brexit ainda no radar. Nesta quinta, a Comissão Europeia afirmou que o Reino Unido tem obrigação legal de cumprir integralmente o acordo de saída da União Europeia.

O LPL Financial apontou uma série de questões às quais o mercado vem prestando atenção, e além das já citadas estão: recuperação econômica impulsionada por estímulos; a dúvida se a alta das ações foi muito grande e rápida; e ainda as tensões entre China e Estados Unidos.

Em Milão, o FTSE MIB avançou 0,25%, a 19.820,22 pontos, sendo a única das principais bolsas a registrar alta na sessão. A ação da Fiat Chrysler registrou alta de 2,85%. Entre os bancos, BPM subiu 7,24%, destacando-se entre os papéis mais negociados, e Intesa Sanpaolo, 0,61%.

*Com informações Dow Jones Newswires

Gostou desta matéria? Compartilhe!

Deixe seu comentário sobre: "Maioria das Bolsas na Europa fecha em baixa, com incertezas após BCE"

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.