Mais lidas

    Economia

    Economia

    Maioria das Bolsas da Europa fecha em queda, com covid-19 e mercados de NY

    Escrito por Da Redação
    Publicado em 15.03.2021, 14:37:00 Editado em 15.03.2021, 14:42:52
    Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, anuncie no TNOnline.

    As bolsas europeias fecharam quase todas em baixa nesta segunda-feira, 15, com investidores precificando uma possível nova onda de casos de coronavírus no continente, à medida que mais regiões adotam restrições para conter a curva de contágios. A vacinação segue sendo uma preocupação na Europa, agora diante das suspensões à distribuição do imunizante da AstraZeneca. Voláteis, o mercado acionário de Nova York e os títulos da renda fixa nos Estados Unidos também pressionaram os índices europeus.

    O índice pan-europeu Stoxx 600 fechou estável aos 423,08 pontos. O FTSE 100 da Bolsa de Londres recuou 0,17% hoje, aos 6.749,70 pontos, com ações de mineradoras acentuando quedas de pregões recentes, após o minério de ferro chinês fechar em baixa. O BHP Group recuou 2,06% hoje, enquanto a Rio Tinto acumulou perdas de 2,58%. Ainda na bolsa britânica, o papel da AstraZeneca subiu 0,39%, mesmo com diversos países europeus suspendendo a distribuição do imunizante para covid-19 desenvolvido pela empresa.

    As preocupações quanto a uma nova onda de casos de covid-19 aumentaram na Europa. A Itália já anunciou novas medidas de contenção social para frear o vírus, enquanto a capital da França, Paris, estuda a possibilidade de anunciar mais uma quarentena.

    O CAC 40, principal índice de referência da bolsa parisiense, fechou em queda de 0,17%, aos 6.035,97 pontos. O setor bancário registrou quedas hoje na bolsa francesa, com o BNP Paribas acumulando a maior baixa do dia, de 2,35%.

    A situação da pandemia na Alemanha também chama a atenção, com médicos de unidades de tratamento intensivo pedindo pela volta do confinamento no país, segundo reportagem da France-Presse.

    Diante deste cenário, o índice Dax, de Frankfurt, fechou em queda de 0,28%, aos 14.461,42 pontos.

    Seguindo a tendência das bolsas, o IBEX 35, de Madri, recuou 0,11% nesta segunda-feira, aos 8.635,40 pontos, enquanto o PSI 20 de Lisboa teve baixa de 0,65%, aos 4.817,73 pontos.

    Já na Itália, o humor de investidores é melhor devido ao anúncio, durante a sessão da última sexta-feira passada, de que o governo do premiê Mario Draghi vai liberar 32 bilhões de euros para apoiar a economia local, em decreto que deve vir nesta semana. O FTSE MIB, de Milão, fechou em alta de 0,11%, aos 24.139,45 pontos, e foi o único entre os principais índices europeus a fechar em alta nesta segunda.

    Gostou desta matéria? Compartilhe!

    Mais matérias de Economia

    Deixe seu comentário sobre: "Maioria das Bolsas da Europa fecha em queda, com covid-19 e mercados de NY"

    O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.