Mais lidas

    Economia

    Economia

    Maioria das Bolsas da Europa fecha em alta após dados sólidos de atividade

    Escrito por Da Redação
    Publicado em 24.03.2021, 14:45:00 Editado em 24.03.2021, 14:52:42
    Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, anuncie no TNOnline.

    As Bolsas da Europa fecharam majoritariamente em alta, com investidores pesando o avanço da covid-19, de um lado, e dados sólidos de atividade na região, de outro. O fortalecimento do petróleo, por conta da obstrução do Canal de Suez, sustentou ações do setor de energia e ajudou a potencializar ganhos.

    O índice Stoxx 600, que reúne as principais ações do continente, encerou com leve variação positiva de 0,02%, a 423,39 pontos.

    O índice de gerentes de compras (PMI, na sigla em inglês) da zona do euro subiu de 48,8 em fevereiro para 52,5 em março, surpreendendo analistas consultados pelo The Wall Street Journal, que previam aumento a 49,1. O PMI industrial saltou a 62,4 no mês, maior nível da série histórica iniciada em 1997.

    Os PMIs da Alemanha e do Reino Unido tiveram comportamento semelhante em março. O governo britânico também divulgou dados da inflação anual ao consumidor, que inesperadamente desacelerou de 0,7% em janeiro para 0,4% em fevereiro.

    Na análise da Capital Economics, o bom desempenho dos PMIs de economias desenvolvidas reflete, em parte, distúrbios na cadeia produtiva. "E o PMI da zona do euro deve cair no mês que vem, à medida que novas restrições entrarem em vigor. Mas o aumento generalizado dos índices de emprego é um sinal encorajador de que as empresas estão contratando novamente", avalia.

    Nesse ambiente, o índice FTSE 100, da Bolsa de Londres, fechou com avanço de 0,20%, a 6.712,89 pontos. Os papel de Royal Dutch Shell se valorizou 1,92%, ajudado pelo salto nas cotações de petróleo, depois que um navio bloqueou a navegação no Canal de Suez, uma das principais rotas de abastecimento do mundo. O bloqueio trouxe incertezas a respeito das entregas dos contratos.

    Em Paris, o CAC 40 avançou 0,03%, a 5.947,29 pontos, enquanto, em Milão, o FTSE MIB ganhou 0,39%, a 24.208,66 pontos.

    O recrudescimento da pandemia segue causando desconforto entre investidores. Na Alemanha, a situação levou o Instituto Econômico Alemão a cortar a previsão de expansão do Produto Interno Bruto (PIB) do país este ano, de 4% para 3%. Com isso, o índice DAX, de Frankfurt, perdeu 0,35%, a 14.610,39 pontos.

    Entre as praças ibéricas, o Ibex 35 se elevou 0,64%, a 8.443,70 pontos, na máxima do dia, e o PSI 20, de Paris, cedeu 0,68%, a 4.844,82 pontos.

    Gostou desta matéria? Compartilhe!

    Mais matérias de Economia

    Deixe seu comentário sobre: "Maioria das Bolsas da Europa fecha em alta após dados sólidos de atividade"

    O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.