Economia

Maioria das Bolsas da Europa fecha em alta após dado de emprego dos EUA

Da Redação ·

As bolsas da Europa fecharam majoritariamente em alta nesta sexta-feira, 4, acompanhando a reação positiva em Wall Street ao relatório de emprego dos Estados Unidos, o Payroll. Os ganhos, contudo, foram limitados pela leitura das vendas do varejo na zona do euro, que caíram mais que o esperado em abril.

continua após publicidade

O índice Stoxx 600, que reúne as principais ações da região, encerrou a sessão com ganho de 0,39%, a 452,57 pontos. Na semana, houve avanço de 0,80%.

No final da madrugada, a Eurostat, agência oficial de estatísticas da União Europeia (UE), informou que as vendas no varejo da zona do euro tiveram queda 3,1% em abril ante março, bem mais acentuada que a previsão de analistas consultados pelo The Wall Street Journal, de 1%.

continua após publicidade

O dado enxugou o ímpeto dos negócios europeus durante boa parte do pregão. No entanto, os principais índices acionários tiveram melhora depois que o Departamento de Trabalho dos EUA informou que a economia americana criou 559 mil empregos em maio, aquém da mediana de expectativa de analistas consultados pelo Projeções Broadcast, de 700 mil.

Segundo analistas, apesar da decepção, o número dá força ao argumento majoritário do Fed de que os estímulos devem permanecer em vigor por mais um tempo. A interpretação impulsionou as bolsas de Nova York e acabou repercutindo também do outro lado do Atlântico.

Em Londres, o índice FTSE 100 avançou 0,07%, a 7.069,04 pontos, com alta de 0,66% na semana. A ação da EasyJet perdeu 2,77% e da IAG - controladora de Iberia e British Airways - cedeu 0,84%, depois que o Reino Unido eliminou Portugal da lista de países seguros para viajar.

continua após publicidade

O setor também ficou sob pressão em outras praças: em Paris, por exemplo, Air France recuou 2,18%, mas o índice CAC 40 ganhou 0,12%, a 6.515,66 pontos, ganho de 0,49% em relação à última sexta-feira.

Em Frankfurt, o DAX aumentou 0,39% sexta-feira e 1,11% na semana, a 15.692,90 pontos.

Em Milão, o FTSE 100 MIB terminou o dia na máxima intraday, em alta de 0,46%, a 25.570,46 pontos - avanço semanal de 1,59%.

continua após publicidade

O PSI 20, de Lisboa, se elevou 0,31% nesta sexta-feira, mas perdeu 2,00% no acumulado dos últimos cinco pregões, a 5.137,29 pontos.

Exceção, o Ibex 35, de Madri, recuou 0,59%, a 9.088,30 pontos, uma queda semanal de 1,48%.