MAIS LIDAS
VER TODOS

Economia

Lula diz que vai recuperar economia, fazer ajuste no IR e aprovar tributária

O presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, disse que vai recuperar a economia do País, fazer o ajuste da tabela do Imposto de Renda e aprovar a reforma tributária. "Eu quero um País com responsabilidade fiscal, econômica, política e social", af

Daniel Galvão e Mateus Fagundes (via Agência Estado)

·
Escrito por Daniel Galvão e Mateus Fagundes (via Agência Estado)
Publicado em 03.02.2023, 09:33:00 Editado em 03.02.2023, 09:37:42
Imagen google News
Siga o TNOnline no Google News
Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, anuncie no TNOnline.
Continua após publicidade

O presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, disse que vai recuperar a economia do País, fazer o ajuste da tabela do Imposto de Renda e aprovar a reforma tributária. "Eu quero um País com responsabilidade fiscal, econômica, política e social", afirmou, em entrevista à RedeTV, que foi ao ar na noite da quinta-feira, 2.

continua após publicidade

Para Lula, o mercado financeiro tem que entender que já ganha demais. "Entre o mercado e as pessoas com fome, vou fazer a opção de tirar as pessoas da fome", comentou.

Lula disse também que o Brasil não pode crescer sozinho, mas com os outros países. "Não adianta ser rico cercado de miseráveis por todos os lados", declarou.

continua após publicidade

Juros

O presidente afirmou ainda que vai reunir um grupo de empresários para entender o porquê de a Selic estar em 13,75% e que cobrará essa explicação também do presidente do Banco Central (BC), Roberto Campos Neto. "Vamos começar a cobrar", comentou.

Segundo Lula, não existe nenhuma razão para a taxa de juros estar em 13,75%, uma vez que não existiria uma inflação de demanda.

continua após publicidade

O presidente reiterou que está em sua pauta a "questão da taxa de juros".

A entrevista da RedeTVfoi exibida na noite desta quinta-feira, mas alguns trechos em vídeo e em texto foram publicados pelo portal UOL desde o fim da tarde.

Status do BC

continua após publicidade

O presidente voltou a criticar a autonomia do Banco Central, mas disse estar "muito respeitoso" com a autarquia. Ele afirmou ainda que quer "saber" a que serviu a mudança de status da instituição, embora tenha sinalizado que somente fará este debate após o fim do mandato de Roberto Campos Neto, que fica no cargo até 2024.

Lula relembrou a relação com Henrique Meirelles, presidente do BC nos seus dois mandatos anteriores, e argumentou que deu a ele "autonomia para fazer a política monetária" naquele período.

"Isso autonomia do BC para mim é uma bobagem. Eu fui presidente oito anos e o Henrique Meirelles teve toda a autonomia para fazer a política monetária que ele quis fazer. O que acontece é que a gente conversava. E o Brasil deu certo. E este país tá dando certo? Este país está crescendo? O povo tá melhorando de vida? Não. Então eu quero saber de que serviu a independência. Eu vou esperar este cidadão Campos Neto terminar o mandato dele para a gente fazer uma avaliação do que significou o Banco Central independente sic", disse Lula.

Sobre uma eventual mudança na lei de autonomia do BC, Lula não descartou, mas disse que isso é "irrelevante". "Eu acho que pode haver um projeto sobre o fim da autonomia. Mas veja, também para mim... eu quero dizer que isso é irrelevante para mim. Isso é irrelevante, isso não está na minha pauta. O que está na pauta é a questão da taxa de juros", disse.

Gostou desta matéria? Compartilhe!

Icone FaceBook
Icone Whattsapp
Icone Linkedin
Icone Twitter

Mais matérias de Economia

Deixe seu comentário sobre: "Lula diz que vai recuperar economia, fazer ajuste no IR e aprovar tributária"

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.
Compartilhe! x

Inscreva-se na nossa newsletter

Notícia em primeira mão no início do dia, inscreva-se agora!