MAIS LIDAS
VER TODOS

Economia

Lula confirma que governo irá pagar piso da enfermagem retroativo desde maio

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva confirmou nesta quarta-feira, 5, durante discurso na 17ª Conferência Nacional de Saúde, em Brasília, que o governo pagará o piso de enfermagem retroativo desde maio."A companheira Nísia (Trindade, ministra da Saúde)

Sofia Aguiar (via Agência Estado)

·
Escrito por Sofia Aguiar (via Agência Estado)
Publicado em 05.07.2023, 21:53:00 Editado em 05.07.2023, 21:58:26
Imagen google News
Siga o TNOnline no Google News
Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, anuncie no TNOnline.
Continua após publicidade

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva confirmou nesta quarta-feira, 5, durante discurso na 17ª Conferência Nacional de Saúde, em Brasília, que o governo pagará o piso de enfermagem retroativo desde maio.

continua após publicidade

"A companheira Nísia (Trindade, ministra da Saúde) tomou a decisão. Ela vai pagar o piso e o atrasado desde maio, mais o 13º, para que a gente aprenda a valorizar o ser humano nesse País", declarou o chefe do Executivo.

"Quem cuida da gente é o pessoal da enfermagem. E esse trabalho não pode ser considerado menor", comentou. "É preciso que a gente avalie efetivamente o valor do trabalho por aquilo que ele representa na nossa vida."

continua após publicidade

A ministra Nísia Trindade também discursou no evento. Segundo ela, o governo trabalha para a implementação do piso. "Nós vamos implementá-lo no setor público e vamos garantir as nove parcelas previstas para 2023?, declarou. "O nosso governo respeita os poderes da República, tanto o Legislativo quanto o Judiciário. O presidente acompanha todas essas decisões juntamente com o Ministério."

Na segunda-feira, 3, o Supremo Tribunal Federal (STF) definiu, por oito votos a dois, que o piso nacional da enfermagem deve ser pago aos trabalhadores do setor público pelos Estados e municípios na medida dos repasses federais. O tribunal definiu que prevalece a exigência de negociação sindical coletiva como requisito procedimental obrigatório, mas que, se não houver acordo, o piso deve ser pago conforme fixado em lei.

Gostou desta matéria? Compartilhe!

Icone FaceBook
Icone Whattsapp
Icone Linkedin
Icone Twitter

Mais matérias de Economia

    Deixe seu comentário sobre: "Lula confirma que governo irá pagar piso da enfermagem retroativo desde maio"

    O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.
    Compartilhe! x

    Inscreva-se na nossa newsletter

    Notícia em primeira mão no início do dia, inscreva-se agora!