Economia

Langoni foi bom amigo que a pandemia me impediu de encontrar, lamenta Meirelles

Da Redação ·

O ex-ministro da Fazenda e atual secretário da Fazenda e Planejamento do Estado de São Paulo, Henrique Meirelles, lamentou neste domingo, 13, a morte do ex-presidente do Banco Central (BC) Carlos Langoni, vítima da covid-19 aos 76 anos. No Twitter, Meirelles ofereceu sentimentos à família do economista.

continua após publicidade

"Carlos Langoni foi um grande economista. Publicou em 1970 um estudo pioneiro, que mostrava a relação entre educação, crescimento e a desigualdade no Brasil. Como presidente do Banco Central deu início ao sistema que geraria mais tarde a taxa Selic", escreveu. "Langoni era um bom amigo, que a pandemia me impediu de encontrar desde o ano passado."