Economia

Juros: taxas variam entre margens estreitas antes de leilão do Tesouro e após BCE

Da Redação ·

Os juros futuros começam esta quinta-feira, 14, ao redor da estabilidade, em meio à baixa do petróleo e juros dos Treasuries, mas alta do dólar ante o real num dia de agenda local fraca. O mercado aguarda o leilão de LTN e NTN-F (11h). No radar fica a apresentação pelo governo do Projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias de 2023 (PLDO), às 15h, que deve prever uma expectativa de déficit fiscal de R$ 66 bilhões para 2023, conforme apurou o Estadão/Broadcast.

continua após publicidade

O investidor também olha as decisões de política monetária do Banco Central Europeu (BCE) e da Turquia, em meio às pressões inflacionárias globais.

Às 9h10 desta quinta, a taxa do contrato de depósito interfinanceiro (DI) para janeiro de 2027 a 11,70%, de 11,72% no ajuste de quarta-feira. O DI para janeiro de 2025 exibia taxa de 12,02%, de 12,03%, e o para janeiro de 2024 estava em 12,68%, de 12,70% no ajuste anterior. O vencimento para janeiro de 2023 marcava 13,055%, de 13,073% no ajuste de ontem.