Economia

Juros rondam estabilidade em meio a dólar alto, mas com petróleo em queda

Da Redação ·

Em um dia de agenda mais fraca, os juros futuros rondam a estabilidade em toda a curva, refletindo a falta de condutores para os negócios. Se por um lado o dólar sobe, assim como os juros dos Treasuries longos, por outro lado, o petróleo em queda de mais de 2% ajuda a aliviar a pressão de alta.

continua após publicidade

Mas seguem no radar a guerra na Ucrânia e as negociações do governo para conceder reajuste aos servidores públicos e por fim as paralisações.

Às 9h30 desta terça-feira, 19, o contrato de deposito interfinanceiro (DI) para janeiro de 2027 marcava 11,76%, de 11,77% no ajuste de segunda-feira. O DI para janeiro de 2025 estava estável em 12,05%, e o para janeiro de 2024 exibia 12,69%, de 12,67% no ajuste anterior. O vencimento para janeiro de 2023 marcava 13,065%, de 13,063% no ajuste anterior. O dólar à vista subia 0,14% neste mesmo horário, a R$ 4,6547.