Economia

Juros longos seguem recuo do dólar e curtos ficam estáveis antes de Copom

Da Redação ·

Os juros futuros médios e longos começaram a sessão desta terça-feira, dia 1º, em baixa, em sintonia com o movimento do dólar e dos juros dos Treasuries num dia de agenda mais tranquila. Já os curtos estão praticamente estáveis em meio às apostas de aumento de 150 pontos-base da Selic na quarta-feira, para 10,75% ao ano, e após o IPC-S de janeiro ter desacelerado para 0,49%, de 0,57% em dezembro, acima da mediana estimada (0,46%). No radar está o leilão de LFT e NTN-B do Tesouro (11h00). As 9h05 desta terça, a taxa do contrato de depósito interfinanceiro (DI) para janeiro de 2027 estava em 11,13%, de 11,22% no ajuste de segunda-feira. O DI para janeiro de 2025 recuava para 11,18%, de 11,27%, e o para janeiro de 2023 marcava 12,23%, de 12,26% no ajuste anterior. O dólar à vista caía 0,41%, a R$ 5,2842.

continua após publicidade