Economia

Inflação nos EUA pode piorar, mas eventualmente cairá, diz dirigente do Fed

Da Redação ·

A presidente da distrital do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano) em São Francisco, Mary Daly, alertou na terça-feira, 8, que a inflação nos Estados Unidos pode "piorar" nos próximos meses, mas afirmou que espera um eventual arrefecimento da escalada dos preços.

continua após publicidade

Em entrevista à CNN, Daly acrescentou que, como resposta ao quadro inflacionário, apoia um aumento de juros em março, desde que não haja "grandes surpresas" nos indicadores macroeconômicos. "Isso começará o processo para ajudar a controlar a inflação", explicou.

A dirigente acrescentou que, para estabilizar os preços, também será preciso superar a covid-19 e mitigar os gargalos na cadeia produtiva global. "A inflação está muito alta e tem estado assim por muito tempo", comentou.

continua após publicidade

Após o primeiro aumento de juros no mês que vem, Daly defendeu que o BC dos EUA deve monitorar uma série de variáveis antes de decidir os próximos passos, entre eles o impacto da diminuição de medidas fiscais e a resposta da economia à alta na taxa básica. "Estou tanto otimista de que podemos levar a inflação a níveis mais confortáveis quanto ciente de que não temos todos os instrumentos", ressaltou.