MAIS LIDAS
VER TODOS

Economia

Indicador da CNI tem leve alta, mas não reverte quadro de falta de confiança da indústria

A confiança da indústria apresentou uma leve alta em maio, mas não o suficiente para retirar o empresário do setor do estado de falta de confiança em que se encontra desde março. Isso é o que mostra o Índice de Confiança do Empresário Industrial (Icei), d

Sandra Manfrini (via Agência Estado)

·
Escrito por Sandra Manfrini (via Agência Estado)
Publicado em 11.05.2023, 12:52:00 Editado em 11.05.2023, 12:59:02
Imagen google News
Siga o TNOnline no Google News
Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, anuncie no TNOnline.
Continua após publicidade

A confiança da indústria apresentou uma leve alta em maio, mas não o suficiente para retirar o empresário do setor do estado de falta de confiança em que se encontra desde março. Isso é o que mostra o Índice de Confiança do Empresário Industrial (Icei), divulgado nesta quinta-feira, 11, pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), que aumentou 0,4 ponto, para 49,2 pontos em maio.

continua após publicidade

O indicador varia de zero a 100 pontos. Quando abaixo de 50 pontos, o índice mostra falta de confiança.

O gerente de Análise Econômica da CNI, Marcelo Azevedo, avalia, no entanto, que, apesar de pequena, a recuperação do indicador foi disseminada entre todos os componentes do índice, o Índice de Condições Atuais e o Índice de Expectativas.

continua após publicidade

A pesquisa mostra que, em relação às condições atuais, o indicador subiu 0,6 ponto em maio, para 43,1 pontos.

"A alta mostra que os empresários veem o atual momento em relação aos últimos seis meses de maneira um pouco menos negativa em maio do que observavam em abril. É o primeiro avanço mensal do índice desde setembro de 2022", afirma Azevedo.

O Índice de Expectativas teve ligeira alta, de 0,3 ponto, para 52,2 pontos. A avaliação da CNI é que, "ao subir para um pouco mais acima da linha divisória de 50 pontos, o indicador demonstra um olhar um pouco mais otimista dos empresários sobre o cenário dos próximos seis meses".

Para o levantamento, foram entrevistadas 1.450 empresas, sendo 571 de pequeno porte, 549 de médio porte e 330 de grande porte. As entrevistas foram feitas no período de 2 a 8 de maio.

Gostou desta matéria? Compartilhe!

Icone FaceBook
Icone Whattsapp
Icone Linkedin
Icone Twitter

Mais matérias de Economia

    Deixe seu comentário sobre: "Indicador da CNI tem leve alta, mas não reverte quadro de falta de confiança da indústria"

    O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.
    Compartilhe! x

    Inscreva-se na nossa newsletter

    Notícia em primeira mão no início do dia, inscreva-se agora!