Economia

Indicado ao Fed, vê inflação 'muitíssimo elevada' e se compromete a contê-la

Gabriel Bueno da Costa (via Agência Estado) ·
Receba notícias no seu WhatsApp!
Participe dos grupos do TNOnline

Indicado para o conselho do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano), Michael Barr afirmou que a inflação está "muitíssimo elevada" nos Estados Unidos, afetando as pessoas pelo país. Caso seja confirmado, Barr disse estar "fortemente comprometido a levar a inflação de volta à meta do Federal Reserve, consistente com o mandato dual de máximo emprego e estabilidade de preços" da instituição.

continua após publicidade

As declarações foram datas durante a audiência nesta quarta-feira para apreciação do nome do candidato ao conselho do Fed, no Comitê Bancário, de Moradia e Questões Urbanas do Senado.

O nome de Barr deve ainda ser votado pelo pleno do Senado norte-americano.

continua após publicidade

No discurso, Barr lembrou sua trajetória, em parte no setor público, inclusive no Tesouro americano, em parte como acadêmico.

Ele foi indicado pelo presidente dos EUA, Joe Biden, a ser vice-presidente para Supervisão do Fed e disse que, caso seja confirmado, trabalhará para garantir a robustez do sistema financeiro norte-americano, que propicie a inovação com "regras claras" e operando de modo justo.