Ícone paulistano, Maksoud Plaza pede recuperação judicial - TNOnline
Mais lidas
Ver todos

Economia

Ícone paulistano, Maksoud Plaza pede recuperação judicial

Escrito por Da Redação
Publicado em Editado em
Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, .

Um dos símbolos da hotelaria paulistana, o Maksoud Plaza entrou com pedido de recuperação judicial para pagar suas dívidas, segundo comunicado divulgado pelo hotel e por sua controladora, a Hidroservice Engenharia. O valor total incluído na ação de recuperação judicial, protocolada na segunda-feira, 21, é de pouco mais de R$ 81 milhões, mas os débitos totais, incluindo os trabalhistas, chegariam a R$ 120 milhões, disse uma fonte próxima ao caso.

O hotel voltou a funcionar no último dia 4, após quase seis meses de portas fechadas por causa da pandemia. A taxa de ocupação, em função do esvaziamento do turismo de negócios, diz o comunicado da empresa, está por volta de 3% em São Paulo. Para cortar custos, a companhia diz ter demitido 50% dos seus funcionários no último dia 18. A notícia foi inicialmente revelada pelo Valor Econômico.

Polêmicas

O hotel é alvo de uma disputa familiar. A briga relativa à herança põe em cantos separados pai e filho: no caso Henry Maksoud Neto e Roberto Maksoud. Documento assinado pelo avô deu ao neto os direitos sobre a herança. Mas os filhos do primeiro casamento de Henry Maksoud, Roberto e Cláudio, afirmam que a assinatura é falsa e o documento não tem valor legal - o que Maksoud Neto sempre negou.

Outro imbróglio envolve o edifício do Maksoud Plaza. Em 2011, por causa de uma dívida trabalhista da Hidroservice, o imóvel - avaliado em cerca de R$ 400 milhões - foi a leilão judicial. Os empresários Fernando Simões e Jussara Simões, da Júlio Simões Logística (JSL), arremataram o prédio como pessoas físicas. Desde então, iniciou-se uma briga pela propriedade. Em dezembro de 2019, o Tribunal Superior do Trabalho (TST) considerou o leilão válido, mas a família continua a recorrer. A decisão foi ao TST porque o hotel foi a leilão por dívidas trabalhistas.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Gostou desta matéria? Compartilhe!

Deixe seu comentário sobre: "Ícone paulistano, Maksoud Plaza pede recuperação judicial"

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Candidatos

Não encontramos candidatos com o filtro selecionado.