Economia

Ibovespa sobe com commodities e após núcleo do CPI dos EUA

Da Redação ·

O resultado aquém do esperado na medida de núcleo do índice de preços ao consumidor norte-americano em março ampara alta do Ibovespa, que mira o nível dos 118 mil pontos. Ontem, o principal índice à vista da B3 caiu 1,16%, aos 116.952,85 pontos.

continua após publicidade

O indicador norte-americano CPI subiu 1,2% em março ante fevereiro, superando a expectativa de analistas (1,1%), enquanto o núcleo do indicador, que exclui os voláteis preços de alimentos e energia, avançou 0,3% na comparação mensal de março (previsão: 0,5%).

"O resultado um pouco abaixo do esperado, principalmente do núcleo, alivia um pouco. Porém, claro que a inflação ainda está bem pressionada. Isso não muda a perspectiva de aperto monetário pelo Fed", avalia o economista Silvio Campos Neto, sócio da Tendências Consultoria. "É um cenário que preocupa, que vai exigir uma reação do Fed, mas tem um sinal de alívio pelo menos por ora", completa.

continua após publicidade

"O mercado olhou o dado é acha que chegou ao pico, apesar de não estar contabilizando o lockdown da China", alerta o estrategista-chefe do Grupo Laatus, Jefferson Laatus, ao referir-se à alta das bolsas americanas e do Ibovespa, além de redução no ritmo de queda na Europa.

De um lado, a aceleração dos preços aumenta expectativas por taxas de juros subindo por mais tempo no mundo, inclusive no Brasil, o que tende a inibir alta de ações ligadas ao ciclo econômico, assim como resultado fraco do volume de serviços no Brasil. "Com essa atividade fraca, o Banco Central terá de considerar também isso não somente a aceleração inflacionária para decidir os juros", completa o economista da Tendências.

Em contrapartida, a inflação elevada decorrente em boa medida da guerra no Leste Europeu encarece as commodities. O petróleo, por exemplo, avança em torno de 4%, após a cidade chinesa de Xangai diminuir o confinamento por conta da nova onda de covid-19 e diante de dúvidas sobre a possibilidade de se reavivar o acordo nuclear do Irã. Este cenário impulsiona os papéis da Petrobras. Para a faixa de 1%. Contudo, fica no radar o relatório mensal da Opep. Já a alta de 1,22% do minério de ferro, estimula as ações do segmento metálico na B3. Vale ON subia 1,20%

continua após publicidade

A afirmação do ministro da Economia, Paulo Guedes, de que a privatização da Eletrobras está na reta final e deve ocorrer em "2, 3 ou 4 semanas", estimula as ações da companhia, após perdas da véspera. O aumento estava em torno de 2% perto de 10h40. Já a queda do dólar para R$ 4,646 (-0,96%) pesa em ações exportadoras.

Às 10h38, o Ibovespa subia 0,93%, aos 118.040,32 pontos, ante abertura e mínima diária aos 116.963,38 pontos (alta 0,01%) e máxima diária aos 118.615,38 pontos (alta 1,42%).