Economia

IBGE considera estabilidade no 3º tri e vê PIB no nível de período pré-pandemia

Da Redação ·
Receba notícias no seu WhatsApp!
Participe dos grupos do TNOnline

O recuo de 0,1% no Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro no terceiro trimestre de 2021 ante o segundo trimestre do ano fez a economia brasileira se manter operando no mesmo patamar do fim de 2019 e início de 2020, no pré-pandemia de covid-19, informou nesta quinta-feira o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

continua após publicidade

O resultado sucede uma queda (revisada) de 0,4% registrada no segundo trimestre ante os primeiros três meses do ano. Questionada sobre a economia ter entrado em recessão técnica, a coordenadora de Contas Nacionais do IBGE afirmou que considera que houve estabilidade no terceiro trimestre deste ano.

"É uma variação muito pequena (-0,1%), que pra gente é estabilidade", afirmou Rebeca.

continua após publicidade

O PIB ainda está 3,4% abaixo do ponto mais alto da atividade econômica do País, alcançado no primeiro trimestre de 2014.

Revisões

O IBGE revisou a variação do PIB do segundo trimestre de 2021 ante o primeiro trimestre de 2021, que passou de queda de 0,1% para recuo de 0,4%. O órgão também revisou a taxa de variação do PIB do primeiro trimestre deste ano ante o quarto trimestre de 2020, que agora aponta para uma alta de 1,3%, ante um avanço de 1,2% estimado anteriormente.

O desempenho do quarto trimestre de 2020 ante o terceiro trimestre do ano passado foi mantido numa queda de 3,1%, mas a variação do terceiro trimestre de 2020 ante o segundo trimestre do ano passado foi revisado para um salto de 7,8%, ante o avanço de 7,7% estimado anteriormente.