MAIS LIDAS
VER TODOS

Economia

Haddad: Todos parlamentares que falaram comigo eram favoráveis às medidas

O ministro da Fazenda, Fernando Haddad, afirmou nesta terça-feira, 28, que todos os parlamentares que buscaram a pasta para tratar sobre a desoneração de combustíveis foram recebidos, debateram o tema e sugeriram medidas até mais duras."Não tem alijamento

Antonio Temóteo, Eduardo Rodrigues, Thaís Barcellos e Giordanna Neves (via Agência Estado)

·
Escrito por Antonio Temóteo, Eduardo Rodrigues, Thaís Barcellos e Giordanna Neves (via Agência Estado)
Publicado em 28.02.2023, 20:33:00 Editado em 28.02.2023, 20:37:40
Imagen google News
Siga o TNOnline no Google News
Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, anuncie no TNOnline.
Continua após publicidade

O ministro da Fazenda, Fernando Haddad, afirmou nesta terça-feira, 28, que todos os parlamentares que buscaram a pasta para tratar sobre a desoneração de combustíveis foram recebidos, debateram o tema e sugeriram medidas até mais duras.

continua após publicidade

"Não tem alijamento nenhum de parlamentares, a última palavra sobre as medidas é do Congresso. Hoje, por exemplo, despachei hoje com Alexandre de Moraes sobre a dívida dos Estados. Tomaram dinheiro dos Estados e agora está no STF uma conta que esse governo irá pagar", disse.

Segundo ele, o governo gasta mais de 60% do tempo para corrigir medidas tomadas pela gestão de Jair Bolsonaro, consideradas por ele equivocadas.

continua após publicidade

"Há uma conta enorme a pagar por prejuízos a Estados, alguns muito endividados como Rio de Janeiro, Minas Gerais e Rio Grande do Sul. Poderíamos simplesmente não fazer nada e deixar expirar a desoneração dos combustíveis. O presidente Lula nos convocou para buscar uma solução que conciliasse todos os interesses", disse.

Haddad ainda declarou que o governo está correndo atrás de muitos problemas, como o fim do voto de qualidade do Conselho Administrativo de Recursos Fiscais (Carf), e o cadastro do Bolsa Família. Segundo ele, para cada medida que reduz a arrecadação é tomada outra para compensar a perda de receita.

O ministro ainda ressaltou que as medidas tomadas hoje são benéficas para o combate à inflação e podem ajudar o Banco Central a reduzir os juros.

Gostou desta matéria? Compartilhe!

Icone FaceBook
Icone Whattsapp
Icone Linkedin
Icone Twitter

Mais matérias de Economia

Deixe seu comentário sobre: "Haddad: Todos parlamentares que falaram comigo eram favoráveis às medidas"

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.
Compartilhe! x

Inscreva-se na nossa newsletter

Notícia em primeira mão no início do dia, inscreva-se agora!