Mais lidas

    Economia

    Economia

    Há muito barulho sobre crise política e problemas com Orçamento, diz Guedes

    Escrito por Da Redação
    Publicado em 08.04.2021, 12:49:00 Editado em 08.04.2021, 12:56:46
    Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, anuncie no TNOnline.

    O ministro da Economia, Paulo Guedes, voltou a admitir problemas com a aprovação do Orçamento de 2021, mas repetiu que essa dificuldade seria "temporária" uma vez que as lideranças políticas estão buscando correções para os excessos do projeto. O texto aprovado pelo Congresso subestimou as despesas obrigatórias para abrir mais espaço para emendas parlamentares.

    "Há muito barulho sobre crise política e problemas com Orçamento, mas é só ruído. O que temos é uma coalização política que vai aprovar pela primeira vez o orçamento em conjunto. Houve alguns excessos sim, mas acredito que teremos em breve uma solução", afirmou Guedes, em participação no 2021 Brazil Summit, organizado pela Brazilian-American Chamber of Commerce.

    Para o ministro, o desafio é encaixar as emendas impositivas dentro dos programas do governo. "(Os parlamentares) querem aparecer na foto com o presidente da República, porque haverá eleições no próximo ano", alfinetou.

    Guedes foi enfático ao dizer que, da forma como está, o Orçamento de 2021 é inexequível. "A questão é como resolver isso. Uma saída é politicamente conveniente, mas deixa uma sombra jurídica sobre o governo. A outra solução é perfeitamente jurídica, mas politicamente inconveniente. Mas estamos trabalhando juntos para corrigir os excessos, não estamos brigando, somos parceiros", completou.

    Gostou desta matéria? Compartilhe!

    Mais matérias de Economia

    Deixe seu comentário sobre: "Há muito barulho sobre crise política e problemas com Orçamento, diz Guedes"

    O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.