Economia

Há escopo limitado para Argentina elevar pagamentos a credor, diz staff do FMI

Da Redação ·

O Fundo Monetário Internacional (FMI) emitiu comunicado nesta segunda-feira, no qual trata da situação na Argentina. O staff do FMI avalia que há um "escopo limitado" para aumentar os pagamentos feitos do país a credores privados, em meio a negociações entre Buenos Aires e esses credores.

continua após publicidade

O FMI diz que seu pessoal preparou uma análise sobre a proposta revisada de reestruturação da dívida das autoridades argentinas, como parte da assistência técnica em curso para o país.

De acordo com o Fundo, a análise demonstra que a proposta revisada de reestruturação da dívida das autoridades argentinas "seria consistente com o restabelecimento da sustentabilidade da dívida com alta probabilidade".

continua após publicidade

A análise sugere ainda que há "margem limitada" para aumentar os pagamentos aos credores privados e ainda cumprir com os limites de dívida e serviço da dívida estimados pelo pessoal técnico do FMI, diz a nota.

Além disso, o FMI aponta que o quadro é de "incertezas excepcionais", particularmente diante da pandemia de coronavírus, que implica "consideráveis riscos de baixa para as perspectivas econômicas, a posição fiscal e, potencialmente, a capacidade de carga da dívida da Argentina".