MAIS LIDAS
VER TODOS

Economia

Gustavo Franco diz que Plano Real foi a 'reforma das reformas' no Brasil

O Plano Real, que completa três décadas este ano, foi a "reforma das reformas" no Brasil. A avaliação é do ex-presidente do Banco Central Gustavo Franco, que participou do desenho da medida na década de 1990. Para ele, ao vencer a hiperinflação, a nova mo

Cícero Cotrim (via Agência Estado)

·
Escrito por Cícero Cotrim (via Agência Estado)
Publicado em 04.04.2024, 17:59:00 Editado em 04.04.2024, 18:01:51
Imagen google News
Siga o TNOnline no Google News
Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, anuncie no TNOnline.
Continua após publicidade

O Plano Real, que completa três décadas este ano, foi a "reforma das reformas" no Brasil. A avaliação é do ex-presidente do Banco Central Gustavo Franco, que participou do desenho da medida na década de 1990. Para ele, ao vencer a hiperinflação, a nova moeda criou para a sociedade a ideia de que reformas são o caminho para o desenvolvimento econômico.

continua após publicidade

"É uma espécie de testemunha da vitória sobre a hiperinflação: hoje em dia, não se usa mais a palavra 'desenvolvimento' para falar de progresso, se usa a palavra 'reforma'", disse Franco, participante de um painel no Fórum da Liberdade, que acontece entre esta quinta-feira e a sexta-feira, em Porto Alegre (RS).

O ex-BC lembrou que o Brasil chegou a ter cinco notas diferentes no valor de mil, no período em que passou por moedas como o cruzeiro, o cruzado e o cruzeiro real - um processo que comparou com a hiperinflação durante a República de Weimar, na Alemanha, na década de 1920. Isso, disse, mostrou a falência de um modelo de crescimento econômico baseado em despesas do governo.

continua após publicidade

"O significado que é importante ter em mente é que essa era a prova provada do fracasso de um modelo de desenvolvimento baseado na ideia de gasto público como motor do desenvolvimento, e inflação, pintura de papel, como maneira aceitável de financiar o gasto", afirmou Franco.

Ele aproveitou para lembrar da oposição do PT à implementação do Plano Real. "Teve muita gente que foi contra. O atual governo, o Partido dos Trabalhadores, foi contra cada etapa deste caminho", disse o economista. Ele completou que o desenho de instituições robustas foi parte do que permitiu a sobrevivência do Plano Real.

Gostou desta matéria? Compartilhe!

Icone FaceBook
Icone Whattsapp
Icone Linkedin
Icone Twitter

Mais matérias de Economia

    Deixe seu comentário sobre: "Gustavo Franco diz que Plano Real foi a 'reforma das reformas' no Brasil"

    O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.
    Compartilhe! x

    Inscreva-se na nossa newsletter

    Notícia em primeira mão no início do dia, inscreva-se agora!