Economia

Guedes esclarece que não quer guerra, mas diz que País está preparado na economia

Da Redação ·

O ministro da Economia, Paulo Guedes, tentou esclarecer o tom do discurso feito nesta terça-feira, 15, no Palácio do Planalto logo após a cerimônia de Lançamento do Novo Marco de Securitização e Fortalecimento de Garantias Agro. "Não estamos querendo guerra", declarou a jornalistas, após afirmar no discurso que o Brasil está preparado "para qualquer guerra".

continua após publicidade

Em seguida, no entanto, salientou que o País estaria preparado para reagir, se preciso, ao que chamou de "guerra dos grãos, do petróleo, dos fertilizantes".

Guedes lembrou que o Brasil votou na Organização das Nações Unidas (ONU) pela condenação da invasão russa na Ucrânia. "Estamos superentristecidos com esse negócio da invasão", disse o chefe da Economia.

continua após publicidade

O ministro também comentou sobre um deslize cometido na semana passada, quando afirmou que todos os brasileiros têm um ou dois iPhones. "Da última vez, dei uma escorregada, quis falar que brasileiros têm dois celulares e saiu iPhone", esclareceu.