Economia

Fitch rebaixa rating da Ucrânia de B para CCC, citando invasão militar da Rússia

Da Redação ·

A Fitch rebaixou nesta sexta-feira, 25, o rating da Ucrânia de B para CCC, patamar no qual os panoramas para o países não costuma ser disponibilizado. Em comunicado, a agência apontou que a invasão militar da Rússia resultou em maiores riscos para as finanças públicas e externas, a estabilidade macrofinanceira e a estabilidade política. "Há grande incerteza sobre a extensão dos objetivos finais da Rússia, a extensão, amplitude e intensidade do conflito e suas consequências", aponta a Fitch.

continua após publicidade

Até agora, "a Ucrânia tem tido uma estrutura de política macroeconômica credível, histórico de apoio multilateral, indicadores favoráveis de desenvolvimento humano, uma posição de credor externo líquido de 9% do PIB, e baixa dívida pública", aponta a agência. Por outro lado, contra tais "fatores estão o risco geopolítico, indicadores de governança fracos, baixa liquidez externa e riscos para a implementação de políticas", pondera a Fitch.

A invasão russa "representa um choque negativo grave para uma ampla gama de métricas de crédito importantes", aponta a agência. "A Ucrânia tem liquidez externa bastante baixa em relação ao serviço da dívida externa soberana de US$ 4,3 bilhões em 2022, e as saídas de capital esperadas enfraquecerão ainda mais sua posição de financiamento externo", projeta.