Economia

Fitch eleva previsão de alta do PIB brasileiro em 2021, de 3,1% a 3,3%

Da Redação ·

A Fitch elevou sua projeção para o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil neste ano, de 3,1% para 3,3%, diante do desempenho melhor do que o esperado do País no ano passado. Em 2020, a economia brasileira sofreu contração de 4,1%, menor do que a queda de 4,6% que a agência de classificação de risco estimava no seu relatório de perspectiva econômica global de dezembro. Apenas no quarto trimestre do ano passado, o PIB cresceu 3,2% ante os três meses anteriores.

continua após publicidade

Segundo a Fitch, a revisão também reflete um cenário externo mais favorável, como a recuperação da China, a alta dos preços das commodities e o contexto internacional de acomodação da política monetária.

De qualquer forma, a Fitch considera que a recuperação esperada para 2021 será "morna", após a forte retração do ano passado.

continua após publicidade

A Fitch prevê que o aperto fiscal pesará no ritmo de recuperação do Brasil e que estímulos monetários serão revertidos agressivamente ao longo do ano.

A agência também aponta riscos ligados à evolução da pandemia de covid-19 no País, como atrasos na campanha de vacinação, que já começou em ritmo lento.