Economia

Fitch afirma que Evergrande entrou em default e rebaixa rating da incorporadora

Da Redação ·
Receba notícias no seu WhatsApp!
Participe dos grupos do TNOnline

A Fitch Ratings rebaixou nesta quinta-feira, 9, a nota de crédito em moeda estrangeira de longo prazo (IDR, na sigla em inglês) da incorporadora Evergrande e subsidiárias de "C" para "RD" (Default Restrito), após a gigante do mercado imobiliário chinês deixar de honrar obrigações financeiras.

continua após publicidade

Segundo a agência, a empresa não pagou cupons com vencimento em 6 de novembro de títulos de 13% de US$ 645 milhões e papéis de 13,75% de US$ 590 milhões da subsidiária Tianji. A instituição explicou que não recebeu respostas aos questionamentos sobre o pagamento dos passivos. "Portanto, estamos assumindo que eles não foram pagos", ressalta. A crise de liquidez da Evergrande se arrasta há meses e põe em evidência as dificuldades no setor imobiliário da China.

Kaisa

continua após publicidade

A incorporadora Kaisa também teve rating rebaixado nesta quinta-feira. A Fitch Ratings rebaixou a nota de crédito em moeda estrangeira de longo prazo (IDR, na sigla em inglês) da Kaisa de "C" a "RD" após a empresa chinesa deixar de pagar US$ 400 milhões em títulos que venceram na última terça-feira, sem período de carência.

Na quarta-feira, as negociações das ações da companhia foram suspensas na Bolsa de Hong Kong por conta do calote. Segundo a agência de classificação de risco, há informações limitadas sobre o plano de reestruturação da endividada empresa, que evidencia a crise de liquidez no mercado imobiliário da China.

No início da semana, o Banco Central chinês decidiu liberar 1,2 trilhão de yuans na economia, por meio do corte de compulsório, para tentar mitigar os efeitos da crise.