Economia

Fed vê inflação alta nos EUA por desequilíbrio com pandemia, energia e pressões

Da Redação ·

O Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano) avalia que a inflação nos Estados Unidos continua elevada, refletindo os desequilíbrios de oferta e demanda relacionados à pandemia, preços de energia mais altos e pressões de preços mais amplas, de acordo com comunicado com a decisão de política monetária do banco central.

continua após publicidade

Na visão dos dirigentes, a invasão da Ucrânia e os eventos relacionados estão criando uma pressão ascendente adicional sobre a inflação e provavelmente pesarão sobre a atividade econômica.

Além disso, os bloqueios relacionados à covid-19 na China provavelmente exacerbarão as interrupções na cadeia de suprimentos, avalia.

continua após publicidade

"O Comitê está altamente atento aos riscos inflacionários", afirma o comunicado.

Com "firmeza adequada na postura política", o Fed espera que a inflação retorne ao seu objetivo, de 2%, e o mercado de trabalho se mantenha forte, indica o documento.