Economia

Fed reforça compromisso com preços estáveis, em relatório a Congresso dos EUA

André Marinho (via Agência Estado) ·
Receba notícias no seu WhatsApp!
Participe dos grupos do TNOnline

Em relatório semianual endereçado ao Congresso dos Estados Unidos, divulgado nesta sexta-feira, 17, o Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano) reconheceu que a inflação no país segue muito elevada e reforçou compromisso "incondicional" em restaurar a estabilidade de preços.

continua após publicidade

Após acelerar o aperto monetário e subir juros em 75 pontos-base na última quarta-feira, o Fed reiterou nesta sexta que novos aumentos poderão ser apropriados.

Segundo a instituição, as métricas de expectativas inflacionárias no curto prazo subiram, enquanto as de mais longo prazo avançaram em ritmo menos acentuado.

continua após publicidade

"O Comitê Federal de Mercado Aberto está perfeitamente ciente de que a inflação elevada impõe dificuldades significativas, especialmente naqueles menos capazes de lidar com custos mais altos de itens essenciais", ressalta o documento.

O Fed acrescenta que a demanda por trabalhadores tem superado a oferta, o que provoca desequilíbrios no mercado de trabalho e aumento "robusto" dos salários. A autoridade monetária prevê ainda que, após contração nos três primeiros meses do ano, o Produto Interno Bruto (PIB) dos Estados Unidos deve crescer "moderadamente" no segundo trimestre.